terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

A VIDA É UM TREMENDO MISTÉRIO, Daniel Fernandes Reis (Carlos Tadeu)

A VIDA É UM TREMENDO MISTÉRIO, Daniel Fernandes Reis (Carlos Tadeu), J. Andrade, 2001)


O livro custou-me cinco reais, em uma mini feira montada na biblioteca Epifânio Dórea por ocasião de um evento sobre literatura infanto-juvenil em março de 2013. Ufa, que frase comprida! Tão baratinho que resolvi comprar. O preço me fisgou. Acontece às vezes. Por isso, não pratico preços fixos para meus livros. Qualquer oferta, topo na hora, e, com isso, eu ganho um leitor em débito comigo, afinal impôs sua barganha e, lá no seu íntimo, vai procurar retribuir. É a lógica da natureza.  Há uma grande chance de ele ler o livro e, melhor ainda,  ler desarmado. E, depois do livro lido, ele vai achar que deve mais ainda. Pois o livro, ele descobre, vale muito mais do que o escritor inicialmente pediu por ele. Então eu ganho um aliado, alguém que certamente divulgará o livro por aí, bom demais para qualquer autor nessa, talvez, terra impenetrável à sua literatura nativa.


Voltando ao livro de Daniel Fernandes....

Comprei também porque achei que o autor e o livreiro estavam se esforçando para me ganhar. Não seria justo decepcioná-los. Eu tinha o dinheiro e livros sempre me atraíram. Mesmo que fosse um livro ruim, o valor cobrado era tão pequeno, que justificava o investimento apenas pelo papel incorporado ao produto.

Em casa, constatei que o preço nada tem a ver com a qualidade da obra. Assim como o salário pago pouco tem a ver com a operosidade do empregado.
Crônicas singelas e interessantes, tratando de temas variados: Jesus Cristo, de Santa Ana, Lampião, Estância, Marcelino Pão de Vinho, Rosas da Caridade (onde santa Isabel arrasa a soberba de Dom Diniz). 

O autor é um velho guerreiro da imprensa e da leitura.  Escreve sem embromação. Escrita leve mas que conta o que tem a contar.

( Escrita no final de 2013 e publicada na revista Perfil ano 16 número 8)



Nenhum comentário:

Postar um comentário